Blog do BREJAS

Banho de cerveja na República Tcheca

Comentários
831 visitas

Mês passado, em viagem à Europa, resolvi viver uma experiência inusitada: banhar-me em um spa de cerveja. O que pode causar estranhamento por aqui, na República Tcheca é uma prática relativamente comum, e está disponível em inúmeros hotéis e cervejarias do país, ao alcance de uma rápida pesquisa na internet.

Minha escolhida foi a Pivovar Purkmistr, cervejaria localizada na cidade de Plze? (ou Pilsen), não muito longe da mítica Pilsner Urquell, da qual já falei em outro post. Anexo à cervejaria está o hotel onde funciona o Beer Spa, que disponibiliza o banho etílico e também outros procedimentos como saunas, massagens e tratamentos estéticos. Não é necessário hospedar-se no hotel para aproveitar o spa, e o banho para duas pessoas em banheira dupla saiu pela bagatela de 1.360 coroas tchecas, o que dá algo em torno de 160 reais brasileiros.

Se gostei? Além de se tratar de uma experiência única, digna de contar aos netos, digo que o banho cervejeiro é delicioso!

BanhoCerveja

Avaliador +1000: Jean Chris

Comentários
522 visitas

Seguindo a já tradição de contarmos um pouco mais sobre os degustadores que passam de mil avaliações aqui no Brejas, agora chegou a vez de conhecermos um pouco mais sobre o Jean Chris.

Foi nos últimos dias de dezembro de 2014 que ele passou a marca de mil cervejas degustadas e avaliadas. Foram anos degustando: o Jean é um dos membros mais antigos e ativos da nossa comunidade, não só adicionando suas avaliações mas também cadastrando várias cervejas.

Jean Chris

Degusto cervejas desde 2007-2008 como hobby, pois sou Cirurgião Dentista especialista em Ortodontia e professor de cursos de pós-graduação nesta área. Atualmente, de certa forma, também passou a ser um trabalho, pois tenho dado cursos de degustação em cidades do Sul de Minas e Noroeste de São Paulo, além de degustar cervejas para algumas cervejarias e adequá-las ao estilo correto. Por isso, aproveitei que estava finalizando meu Mestrado na São Leopoldo Mandic em Campinas e fiz paralelamente o curso de sommelier em cerveja pelo Science of Bier Institute no Bar Brejas em 2014.

Perfil no Brejas: http://www.brejas.com.br/perfil/jean-chris
Cidade: Poços de Caldas/MG

Participa do Brejas desde: 19 Agosto de 2009
Cadastro de número: 1378
Primeira avaliação: 20 de Agosto de 2009
Completou 1.000 avaliações: 22 de Dezembro de 2014
Dias para 1.000 avaliações: 1929 dias (média de 0,52 cervejas por dia)

Estilo Favorito: English Pale Ale, Belgian Dubbel, German Pilsner, American Brown Ale, 1 estilo para cada escola.
Cerveja pra ter na geladeira: atualmente Backer Pilsen ou alguma German Pils para beber em maior quantidade, Sauber Beer Pumpkin Ale, Wäls Dubbel e Quadruppel para degustar e harmonizar, além da cerveja Monja daqui de minha cidade.

1. Como você conheceu o Brejas??
Dizem que todo Dentista tem um hobby, o meu era lutar judô, porém devido às lesões não serem compatíveis com a profissão, tive que me afastar depois de 25 anos de dedicação, então decidi que teria que adotar um novo hobby; foi tudo muito bem planejado. Depois de minha primeira viagem internacional, para Argentina em 2007, passei a ter interesse por cervejas “diferentes”, fotografava todas que bebia, enquanto meu pai, tios e seus amigos ficavam brigando para impor qual de suas cervejas standard lager brasileiras era a melhor. Não tive dúvida, decidi que iria estudar sobre cervejas já que era algo que eu gostava muito. Em minha primeira pesquisa sobre cervejas na internet encontrei o site Brejas; no início só fazia pesquisas, mas depois de um tempo resolvi me cadastrar.

2. O que mais te motiva a avaliar cervejas no Brejas??
Tiro fotos de todos os rótulos inéditos que bebo, atualmente tenho quase 1800 arquivadas, fotografo para lembrar, já que depois de certo número a memória falha. No início eu avaliava todas no site, sendo que as cervejas que eu não encontrava, eu cadastrava; hoje já não tenho tanto tempo assim. Minha motivação era ter um arquivo das cervejas para depois fazer meu blog, coisa que até hoje não saiu de projeto em minha cabeça. Outro fato que também me motivou bastante foi ter participado do 1º e do 2º encontro do Brejas, respectivamente em dezembro de 2009 e fevereiro de 2010, organizado pelos usuários do fórum; desta forma pude conhecer pessoalmente os colegas que postavam no site, além do Maurício Beltramelli e do Ricardo Sangion. Mantenho contato com muitos deles até hoje por facebook e em encontros cervejeiros pelo Brasil.

3. Você tem alguma estratégia específica para escolher suas cervejas?  Se baseia em alguma lista, dá preferência por algum estilo, aproveita alguma ocasião específica para encontrar novas cervejas??
Minha estratégia era comprar todas as cervejas ainda não degustadas que via pela frente. Hoje em dia com a grande alta dos preços e tamanha quantidade disponível de rótulos no mercado, ficou difícil, então compro os estilos que gosto, principalmente se estão com bons preços ou em promoção. Outra excelente estratégia é se reunir com grupos de amigos onde cada um leva um número específico de cervejas para serem divididas. Aqui em Poços de Caldas temos uma Confraria com encontros oficiais a cada 2 meses. Em viagens para o exterior também aproveito para degustar e trazer rótulos inéditos no Brasil, já que os preços são sempre muito menores que os nossos.

4. Quais seriam suas dicas e conselhos a quem ainda não criou coragem para começar a avaliar, ou avaliou apenas algumas e acabou desistindo??
Avaliar uma cerveja é contar uma história daquele exato momento onde tudo tem influência, a companhia, a harmonização, o local, o estado de espírito. Já escrevi avaliações completamente diferentes da mesma cerveja, já adorei cervejas que depois em outra ocasião não gostei tanto assim, da mesma forma como não gostei de algumas cervejas e depois em outra ocasião me apaixonei. Deixe para beber cervejas já conhecidas em momentos de descontração com os amigos. Separe as cervejas inéditas para aquele momento em que você possa se concentrar um pouquinho. Desenvolvi uma ficha de degustação que venho alterando sempre para que minhas avaliações se tornem mais rápidas e completas. Se você não escreve, não posta, não eterniza seus sentimentos acerca deste nosso delicioso hobby.

5. E qual a dica pra chegar nas 1.000 avaliações??
Gostar de cerveja, gostar de escrever nas horas vagas ou ao menos nos pequenos intervalos que você tenha durante o dia. Trace uma meta, como por exemplo, escrever uma avaliação por dia, desta forma, em menos de 3 anos você terá chegado a mais de 1000 avaliações.

Jurados do Concurso Brasileiro de Cervejas 2015

Comentários
1.878 visitas

Acaba de sair a lista do Concurso Brasileiro de Cervejas, a competição cervejeira mais importante do Brasil, a acontecer durante os dias 11 a 14 de março de 2015 em conjunto com o Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC). Confira quem serão os profissionais que vão escolher as melhores cervejas do país:

ANA PAULA ALMEIDA

Exibindo ATT00003

Engenharia de Alimentos pela PUC-PR, formada tambe?m pelo Centro de Tecnologia de Alimentos e Bebidas – SENAI – Vassouras – RJ; Siebel Institute of Technology (Chicago – EUA) e Doemens Academy (Munique – Alemanha) – World Brewing Academy e”International Diploma in Brewing Technology. Trabalhou por 12 anos em 5 plantas no Brasil, em coordenac?a?o de a?reas do processo de elaborac?a?o de cervejas. 2 anos trabalhando no Centro de Desenvolvimento Tecnologico/ CDT, atuando em pesquisa e desenvolvimento de novas mate?rias- primas, novos processos, novos produtos, na AMBEV. Atualmente e? gerente te?cnica da divisa?o de Filtrac?a?o para a Ame?rica do Sul. Desde 2009, apoiando Cervejarias na optimizac?a?o do processo de filtrac?a?o, buscando atingir melhores resultados e satisfac?a?o do cliente, na Imerys do Brasil.

DANIELA DEZORDI

 

Engenheira Química com mestrado em cervejaria na Bélgica – UCL e sommelier de cerveja pelo Senac/Doemens. Iniciou a carreira na Brahma e está na Ambev até hoje. Experiência na área de produção de cerveja, trabalhou em 3 plantas de complexidade diferentes. Foi responsável pelo desenvolvimento de novas matéria-primas e suporte técnico para redução de perdas no processo cervejeiro. Atualmente, Gerente Corporativa de Qualidade Interna da Ambev que abrange Brasil e Caribe. Faz parte do painel técnico de degustadores corporativos, degustando produtos de todas as cervejarias. Uma apaixonada por cerveja.

CAROLINA ODA

CarolinaOda

 

 

 

 

Uma das primeiras profissionais formadas em gastronomia a se especializar em cervejas do Brasil. Fez seu primeiro trabalho com cerveja em 2005, mas naquela época ainda não imaginava que esse seria o seu futuro. Somente depois da faculdade de gastronomia e de alguns estágios em cozinha, em 2008, começou a trabalhar, quase que sem querer, no mundo dos copos e maltes. Após experiências como assistente de consultoria – com Cilene Saorin, bar – Melograno , importadora – Tarantino e uma expedição gastronômica de 90 dias na Europa, atua hoje como sommelière de cerveja da Cia Tradicional de Comércio (Ici Brasserie).

FABIANA ARREGUY

arreguy

 

 

 

 

É jornalista e está à frente do programa Pão e Cerveja há 3 anos. O programa é o único do rádio brasileiro e traz, a cada semana, as novidades do setor de cervejas especiais nacional e internacional. Formada, desde 2010, pela Doemens Academy/ Senac SP como Sommelier de Cervejas. É membro da Federação Internacional de Beer Sommeliers, com sede em Munique. Coordenadora do curso de Sommelier de Cervejas pela Associação Brasileira de Sommeliers – MG. Juiza em concursos nacionais e internacionais de cervejas artesanais.

KÁTIA JORGE

KatiaJorge

 

 

 

 

Mestre-cervejeira, brasileira e natural do Rio de Janeiro. Graduada em Qui?mica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Universidade Te?cnica de Berlim (TU-Berlin / Alemanha) (1986), Mestrado em Bioqui?mica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (1996-1998) e Doutorado em Cie?ncias de Alimentos pela UFRJ e Universidade do Porto (Portugal) (2000-2003). MBA em Administrac?a?o Estrate?gica (UES) (2008-2009). Desde 1984 dedicou-se a? a?rea de cervejaria, trabalhando e estudando na Alemanha, na VLB-Berlin, Instituto de P&D em Cervejaria da Universidade Te?cnica de Berlim, e depois de volta ao Brasil em 1989, como funciona?ria da Companhia Cervejaria Brahma (1989-1995).

HERBERT SCHUMACHER

Diretor da Cervejaria Abadessa, Sommelier de Cervejas (Doemens/Senac), Professor de Escola Alemã (Science of Beer) e cientista político pela Universidade de Munique.

LEONARDO SEWALD

So?cio-proprieta?rio da Cervejaria Seasons, cervejaria natural de Porto Alegre/RS conhecida por fabricar, dentre outras cervejas, as premiadas Green Cow IPA, Cirilo Coffee Stout e Wallace Amber Ale. Cervejeiro formado pelo Siebel Institute of Technology de Chicago/EUA, Leo tambe?m e? membro da Brewers Association, ASBC – American Society of Brewing Chemists e MBAA – Master Brewers Association of Americas. So?cio-fundador da ACERVA Gau?cha, homebrewer por mais de 8 anos e viciado confesso em compostos de lu?pulo, Leo tambe?m e? um ativista do meio cervejeiro, promovendo eventos, cursos e palestras em diversas regio?es do pai?s em prol da disseminac?a?o da cultura das boas cervejas.

GABRIELA MONTANDON

Exibindo Gabriela.jpg

Jurada de concursos nacionais e internacionais, atualmente desenvolve parte do seu projeto de PhD na Bélgica (Laboratory of Enzyme, Fermentation and Brewing Technology, KU Leuven – Technology Campus, Gent) na produção de cervejas especiais com novas linhagens de leveduras da América do Sul. Participa de outros projetos de pesquisa e também como degustadora em aroma e estabilidade sensorial de cervejas. É membro-fundadora da Associação de Cervejeiros Artesanais de Minas Gerais (ACervA-Mineira), cervejeira e sócia-proprietária da Cervejaria Grimor dentro do projeto Inconfidentes Cervejarias Conjuradas.

MAURICIO BELTRAMELLI

MauricioBeltramelli3

 

 

 

 

Autor dos livros “Cervejas, Brejas & Birras – Um Guia Completo para Desmistificar a Bebida Mais Popular do País” e “”As 100 Melhores Cervejas Brasileiras””, ambos pela Editora Leya Brasil. Mestre em Estilos de Cerveja e Avaliação formado em 2010 pelo Siebel Institute of Technology (Chicago – EUA). Sommelier de Cervejas formado em 2010 pela Doemens Akademie GmbH (Munique, Alemanha) em parceria com o SENAC-SP. Docente do Science of Beer Institute na disciplina Formação de Sommeliers de Cerveja. Jurado internacional de cervejas (World Beer Cup, South Beer Cup, Concurso Brasileiro de Cervejas etc). Sócio fundador, editor e redator do site BREJAS.

SADY HOMRICH

Formado em Engenharia Química na PUCRS em 1989, cervejeiro caseiro desde 1983. Também assina com a alcunha de Burgomestre. Curador do Projeto Extra-malte – por um mundo cervejeiro melhor – em conjunto com o StudioClio Instituto de Arte e Humanismo e Cerveja Coruja – desde 2007. Apresentador do quadro Cervejas e Cervejeiros no programa Na Trilha dos Sabores, sábados 9:30h na Rede Band RS.

EDUARDO PASSARELLI

Empresário, Gastrônomo, Especialista em Gestão de Serviços de Alimentação, Sommelier de Cervejas, Professor do Instituto da Cerveja, Professor do FGVPEC, Colunista da Revista Prazeres da Mesa e Sócio do Aconchego Carioca.

RUBENS MATTOS

Engenheiro Qui?mico, Mestre em Engenharia Qui?mica e Doutor em Tecnologia de Alimentos, onde conduziu estudos sobre a estabilidade sensorial de cervejas. E? tambe?m Mestre Cervejeiro formado pela Universidade da Califo?rnia – Davis, EUA, em 1996. Atua desde 1994 na indu?stria e no mercado de cervejarias. Atualmente, e? Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Brasil Kirin (antiga Schincariol). Rubens é eautor de diversos artigos em revistas nacionais e internacionais especializadas em cervejaria, e palestrante em congressos internacionais de cervejarias (EBC, MBAA, ASBC, Brasil Brau). Desde 2004, ministra Cursos de Tecnologia Cervejeira, em Campinas, ale?m de ser professor convidado e membro da banca de avaliac?a?o do Senai Vassouras RJ.

PATRICK ZANELLO

Biólogo Formado pela USP – Ribeirão Preto.Mestre Cervejeiro formado pelo Instituto Siebel em Chicago e Instituto Doemens em Munique. Experiência de 5 anos em microcervejarias, fazendo parte de cervejaria importantes como Cervejaria Colorado, Cervejaria Schornstein, e atualmente trabalhando nos EUA na cervejaria Beltway Brewing Co (Washington DC).

LEONARDO BOTTO

Cervejeiro Artesanal, fundador da ACervA Carioca, Professor, Sommelier de Cervejas e empresário atuante no ramo de bar e importação e distribuição de equipamentos e insumos cervejeiros.

RICARDO CANABRAVA

RicardoCanabrava

 

 

 

Brasileiro, nascido em Belo Horizonte. Formado em Biologia, bacharel em Ecologia pela UFMG. Mestrado em Biotecnologia Industrial – Cervejaria – pela Universite? Catholique de Louvain, Be?lgica. Ha? 24 anos na industria cervejeira, atuando em grandes grupos. Atualmente mestre cervejeiro, gerente de produc?a?o na Cervejaria Backer em Belo Horizonte, produtora das premiadas Pele Vermelha IPA, Bravo Imperial Porter, Medieval Belgian Blond Ale, Tre?s Lobos American Pilsen, dentre outras.

DANIEL WOLFF

Sommelier de cervejas e fundador e diretor da rede de lojas Mestre-Cervejeiro.com.

TATIANA SPOGIS

Exibindo Tatiana spongis.jpg

Sommelière de cervejas da importadora Bier & Wein desde 2002 tem no currículo o terceiro lugar no Campeonato Mundial da categoria em 2013. Foi a melhor posição alcançada por um brasileiro no torneio bienal. Tatiana Spogis é formada em design gráfico e trabalhou por nove anos no ramo, até mudar de rumo e decidir dedicar-se ao universo das cervejas.

PABLO CARVALHO

Jurado concurso South Beer Cup 2014 e doFrei Tuck BHHB 2014. Sócio fundador da Associação de Cervejeiros Artesanais de Minas Gerais – Acerva Mineira, tesoureiro e vice-presidente, e sócio conselheiro em algumas gestões. Sommelier de Cervejas – Academia Sommelier de Cervejas – FIEMG – SINDIBEBIDAS. Instrutor dos cursos Produção de Cervejas, Produção de Cervejas Caseiras, Degustação e Harmonização de Cervejas. Consultor de Cervejas Restaurante Haus Munchen, c onsultor projeto da cervejaria Tresor – Lagoa Santa e instrutor do Curso de Sommelier de Cervejas pela Academia Sommelier de Cervejas.

MARCUS DAPPER

Exibindo Foto Marcus Dapper.JPG

Mestre Cervejeiro formado na Doemens Akademie de Munique – Alemanha, com certificação reconhecida pela HWK (Câmara de Artesãos de Munique e Alta Baviera) através da Meisterprüfung (Prova de Mestre). Atualmente, é o Mestre Cervejeiro da Cervejaria Dama Bier em Piracicaba – SP.

RUBENS DEEKE

Rubens Deeke

Sommelier, comercial e marketing na Cervejaria Bierland (Blumenau, SC). Co-fundador da Bier Labs e co-organizador do Mochilão Cervejeiro (viagens temáticas pelo universo cervejeiro); cervejeiro caseiro.

Jurados estrangeiros

JOSEPH TUCKER (Estados Unidos)

Exibindo Joseph.jpg

Criador do site RateBeer (www.ratebeer.com) uma das mais importantes ferramentas de avaliação e classificação de cervejas do mundo.

JESSICA LARSSON (Suécia)

Exibindo Jessica.jpg

Começou em 2004 abrindo um pub e restaurante em Malmö, na Suécia. Queria ter cervejas de todo o mundo no cardápio já que naquela época, os suecos bebiam apenas as lagers tradicionais. Em 2005, abriu um bar dedicado única e exclusivamente a cervejas artesanais suecas. Desde então, a cerveja tem ocupado grande parte da sua vida e hoje viaja o mundo para ver o que acontece na indústria, visitando cervejarias e experimentando novas cervejas.

ALESSANDRO CAMPANINI (Itália)

Proprietário da cervejaria Doppio Malto. Sommelier de Cerveja pela Doemens Academy. Durante suas viagens pelos Estados Unidos em busca de raridades para comercializar na Itália, descobriu o mundo das cervejas artesanais. Se formou mestre cervejeiro na Niagara Falls Brewing Company no Canadá. Em 2012 foi um dos cinqüenta juízes do mundo convidados para participar do European Beer Star. As cervejas que ele produz na Doppio Malto já receberam mais de 40 prêmios internacionais.

ALEJANDRO BALDENEGRO (Uruguai)

AlejandroBaldenegro

 

 

 

 

Estudou Engenharia Industrial Meca?nica, mas nunca concluiu o curso. Atualmente trabalha como gerente de produc?a?o em uma fa?brica de transformadores (Partuluz SA). Comec?ou com Homebrew em 2006 e e? um dos so?cios fundadores da Davok Brewmaster desde 2008. A marca ja? ganhou tre?s medalhas em 2011 e 4 SBC SBC em 2012. Participou como juiz no concurso de cervejeiros, em Porto Alegre. Fez treinamento no Centro de Cata.

LEONARDO FERRARI (Argentina)

Mestre cervejeiro de Antares, uma das cervejarias mais prestigiadas na Argentina. Em poucos anos, a Ferrari voltou sua paixa?o por esta bebida tradicional em um nego?cio miliona?rio que tem inu?meras franquias em todo o pai?s e exporta seus produtos para os mercados da Ame?rica, Europa e Oceania.

DIEGO VANDESAR (Argentina)

Engenheiro Químico pelo Instituto Tecnológico de Buenos Aires em 2004. Cervejeiro Caseiro desde 2005. Socio fundador da Associação Civil Somos Cerveceros da Argentina e membro das direção nos períodos de 2008-2009 e 2010-2011. Juiz BJCP desde 2009 e responsável pelo correção dos exames do BJCP desde 2014.

JAIME OJEDA (Chile)

JaimeOjeda

 

 

 

 

Realizou diversos trabalhos e viveu em va?rios pai?ses antes de chegar ao fanta?stico mundo da cerveja. Realizou va?rios cursos relacionados a produc?a?o de cerveja, sua maior experie?ncia cervejeira foi como assistente de produ&c?a?o em um brewpub, em Chicago, EUA. Em 2010, trabalhou como volunta?rio no Great American Beer Festival (GABF) em Denver, Colorado. Em 2009, criou o site conEspuma.com dedicado a? educac?a?o e a? promoc?a?o do consumo responsa?vel de cervejas, tambe?m proporciona servic?os de apoio as cervejarias, restaurantes e distribuidores. Dirige degusta&c?o?es e participou em diferentes paine?is sensoriais de cervejarias diferentes. Trabalhou como juiz no Chilean Beer Experience realizado el 2011 e Copa Cervezas de America el 2012.

PADDY JOHNSON (Reino Unido)

Proprietário da Windsor and Eton Brewery, foi funcionário da Courage Brewery de Londres e mestre cervejeiro pela Birmingham University. Diretor de produção de cervejarias da Escócia e de Newcastle. Em 2003 se tornou gerente de Qualidade e se tornou membro da Innserve, maior empresa de tecnologia do Reino Unido. Fez uma cerveja colaborativa com a Container, de Blumenau (SC).

MELISSA COLE (Reino Unido)

Exibindo Melissa.jpg

Escritora e sommelière. Autora do livro Let Me Tell You About Beer (Vamos Falar De Cerveja) Melissa Cole vive o sonho cervejeiro. Ela não apenas escreve excessivamente sobre a bebida favorita do mundo, ela também trabalha com chefs para criar menus harmonizados de comida e cerveja, tanto para restaurantes estrelados do guia Michelin, quanto para pubs locais. É jurada convidada em competições de cerveja de Bruxelas ao Brasil e de Amsterdã até a América. Também atuna criação de cervejas colaborativas. Foi indicada como uma das mulheres mais poderosas da indústria de bebidas pelo Channel4 Food e foi nomeada educadora do ano pelo Imbibe Magazine em 2013.

OLIVER WESSELOH (Alemanha)

Exibindo Oliver.jpg

Iniciou sua carreira cervejeira no Brewpub da Gröninger em Hamburgp. Iniciou sua formação em mestre cervejeiro no VLB em 1995. Depois de dois trabalhos na indústria cervejeira alemã, se mudou para o Caribe para trabalhar na Dominica Brewery & Beverages em 2003. Em 2006 desenvolveu o projeto da Cayman Islands Brewery. Foi gerente técnico da empresa e também consultor do Banks D.I.H. na Guiana. Em 2009 se mudou para Miami para ser 2009 para ser o gerente de vendas da Ziemann’s Technical para América do Norte e Caribe, trabalhando com a indústria de crafters dos Estados Unidos. Foi ali que decidiu retornar para Hamburgo e abrir sua própria cervejaria, a Kehrwieder Kreativbrauerei.

LUC DE RAEDEMAEKER (Bélgica)

Tasting Director & Project Manager do Brussels Beer Challenge. Responsável por organizar eventos de degustação e harmonização. Jurado em concursos internacionais, sommelier de cerveja pela Doemens Akademie, de Munique, BSB Certification, Brewery Class (COOV (Anderlecht, BE, Bierkenner” (PCVO Antwerp, BE), Stibon Beer Course Level 1 (Amsterdam, NL), Stibon Beer Course Level 2 (Amsterdam, NL), Certified Beer Server@Cicerone (US), Lambiek Academie (BE).

Juízes não julgarão as próprias cervejas

Como em todas as edições anteriores, os juízes selecionados que forem também cervejeiros não julgarão nos estilos cujas próprias cervejas sejam inscritas.

Fonte: Organização do Concurso Brasileiro de Cervejas 2015

Curso de Sommelier de Cervejas abre inscrições em 5 capitais

Comentários
2.640 visitas

SommelierScienceBeer1

Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília recebem o curso no primeiro semestre de 2015. Inscrições podem ser feitas até 31 de janeiro

Formar profissionais capacitados para trabalhar no atual cenário cervejeiro nacional é o objetivo do Science of Beer Institute que inscreve pessoas interessadas em aprimorar seu conhecimento cervejeiro através do curso de Sommelier de Cerveja.

Para o primeiro semestre de 2015, o instituto está com turmas abertas em cinco cidades brasileiras – Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, sendo que as turmas no Paraná e na capital federal são uma novidade. “Recebemos muitos contatos de interessados nessas duas regiões e como nosso curso tem uma estrutura itinerante, resolvemos apostar em novos locais”, afirma a diretora do Science of Beer, mestre cervejeira e sommelière de cerveja Amanda Reitenbach.

As aulas acontecem um final de semana por mês, durante quatro meses, o que facilita a participação dos interessados. As turmas são reduzidas, com no máximo 40 alunos, melhorando a interação entre colegas e professores. Nas aulas, eles aprendem sobre história da cerveja, matérias-primas e processos, análise sensorial, bases de gastronomia e introdução à harmonização e também noções de outras bebidas como destilados, café e vinhos. “Nosso conteúdo é único e busca trazer novas experiências sensoriais ao aluno, através do contato com a gastronomia e também com outras bebidas. Esse contato é fundamental para qualquer pessoa que esteja buscando desenvolver o seu sensorial”, comenta Amanda. O corpo docente da escola conta com os profissionais mais renomados e respeitados do mercado, como Marco Falcone (cervejaria Falke Bier), Mauricio Beltramelli (Brejas), Herbert Schumacher (cervejaria Abasessa), entre outros.

O sommelier de cerveja formado pelo Science of Beer chega ao mercado preparado para trabalhar de forma ética, capacitado para conhecer e avaliar os diferentes estilos de cerveja disponíveis no mercado, bem como identificar os atributos sensoriais, podendo atuar em diferentes segmentos, desde importadoras e distribuidoras até atendendo o cliente final em bares, restaurantes e lojas especializadas. O curso também é destinado a apreciadores que gostariam de aprimorar o conhecimento em cervejas especiais.

As inscrições acontecem até 31 de janeiro e podem ser feitas pelo formulário online ou pelo e-mail contato@scienceofbeer.com.br.

Fonte: Science of Beer Institute

EXTRA: São Paulo abrigará mega festival de cervejas

Comentários
12.780 visitas
ExpoDomPedro

Pavilhões da Expo Dom Pedro, local do festival cervejeiro paulista programado para outubro.

EM PRIMEIRA MÃO, PELO BREJAS

Acabou de acontecer a reunião que bateu o martelo da organização do que será o maior festival cervejeiro do estado de São Paulo. À frente do projeto figuram pesos-pesados em know-how de organização de festivais dessa natureza: os catarinenses Norberto Mette e Cristina Miranda.

Mette foi um dos idealizadores do Festival Brasileiro da Cerveja (Blumenau-SC) — hoje o maior e mais importante evento do setor — além de ter organizado 12 edições da Oktoberfest. O festival paulista acontecerá na cidade de Campinas, a 50 minutos da capital, e está programado para outubro.

Norberto Mette (Crédito: Blumenews)

Norberto Mette
(Crédito: Blumenews)

“Há muito tempo já estávamos com a ideia de levar para São Paulo um festival nos moldes do que já fazemos em Blumenau”, diz Norberto. Sobre o local escolhido, Mette pontua: “Elegemos Campinas porque é o polo de uma região com 2,8 milhões de habitantes, além de estar muito próxima da cidade de São Paulo, mas sem os problemas de mobilidade que a capital enfrenta hoje”.

O palco do mega festival será o recém-inaugurado Expo Dom Pedro, com 11.500 m² de área interna. A ideia é utilizar também parte do estacionamento, com acréscimo de espaço de aproximadamente 30%. Os pavilhões são anexos ao D. Pedro Shopping, um dos maiores centros de compras das Américas.

A expectativa é reunir cerca de 25 mil pessoas nos três dias nos quais está programado o evento, que também terá shows musicais, palestras cervejeiras com expoentes brasileiros e estrangeiros, food trucks e outras atrações a serem confirmadas.

“O martelo foi batido. Agora é hora de contatar os expositores”, afirma Cristina Miranda.

O nome do festival, bem como as datas exatas em que se realizará, ainda são segredos a serem revelados em breve pela organização. Para ter um gostinho do espaço da festa, assista ao filme promocional do Expo Dom Pedro:

Página 5 de 304« Primeira...34567...102030...Última »

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja